Floribike: Como funcionará em Florianópolis

Sistema de bicicletas coletivas de Florianópolis deve se tornar um dos melhores da América Latina

FLORIBIKE

O Floribike, que prevê a implantação de um total de 664 bicicletas compartilhadas em 111 estações, contemplando 68 pontos da capital catarinense, tem sido discutido desde 2011. O projeto, abarcado dentro da Secretaria Municipal de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico Sustentável (SMCTDES), vem sendo resultado de debates e avaliações dentro do Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis (IPUF) e da Comissão Municipal de Mobilidade Urbana por Bicicleta (Pró-Bici), com apoio da Secretaria Municipal de Transportes, Mobilidade e Terminais (SMTMT).

Estão previstos dois módulos. No Centro, o projeto segue a microrrede cicloviária planejada desde 2008, com estações distantes no máximo 400m entre si, próximo ao padrão europeu. A empresa que for implantar as 66 estações, com 810 suportes para 405 bicicletas nos  41 pontos de aluguel do Centro, também pode colaborar para a implantação desta microrrede, cujo projeto sairá do IPUF.

Na Bacia do Itacorubi, estão previstas 45 estações, com 518 suportes e 259 bicicletas em 27 locais. Como a rede cicloviária integrada está defasada em relação ao Centro, foram contemplados os principais pontos de origem e destino.

FLORIBIKE 2

 

Três empresas estão na disputa: Movement Barcelona, Serttel e Compartibike, que já tem projetos em funcionamento em outras cidades do país, e até no exterior.

A vencedora do edital ficará responsável, também, pela futura ampliação do sistema, cujas discussões ficarão a cargo do corpo técnico do IPUF e da Pró-Bici. O aumento no número de bicicletas e na quantidade de estações por pontos também passarão por avaliação destes órgãos. O adensamento das estações na Bacia do Itacorubi pode ocorrer com a construção de determinadas estruturas cicloviárias na região, bem como a ampliação do sistema para bairros do continente e para o sul da Ilha, como a planície do Campeche, serão objetos de estudos específicos.

O usuário terá que se cadastrar no sistema antes de usá-lo. Ele poderá pegar a bicicleta numa estação e deixá-la em outra. Ao menos os primeiros 40min de uso serão gratuitos.

Os valores, bem como as formas de aquisição de créditos e características dos sistemas, são objetos da licitação. Ela prevê também uma futura integração com os demais sistemas de transporte coletivo.

Atualmente, a demanda reprimida de ciclistas em Florianópolis é de 74%, segundo a pesquisa “Transporte por bicicleta em cidades catarinenses: metodologia para levantamento da realidade e recomendações para incremento da sua participação na mobilidade urbana” (Pesquisa Bici SC). São pessoas que passariam a utilizar mais esse meio de transporte se houvesse melhores condições para o seu usufruto.

Fonte: http://bicicletanarua.wordpress.com/2013/03/21/xii-especial-floribike-como-funcionara-em-florianopolis/

Diana Vieira – My Friend in Floripa

logo mff 2

Anúncios

Florianópolis – SC

images (2)

Florianópolis, cidade brasileira capital do Estado de Santa Catarina, conhecida também como “Ilha da Magia”. Situa-se no litoral catarinense, e conta com uma parte insular (ilha de Santa Catarina) e outra parte continental incorporado à cidade em 1927, com a construção da ponte pênsil Hercílio Luz – 820 m de comprimento – que ligou a ilha ao continente, encontra-se aproximadamente entre 20 e 40 metros de altitude.

Varrida por ventos muito variáveis, possui um clima subtropical úmido, que se caracteriza pela alternância de verões e invernos, e farta distribuição anual de chuvas. Isto em conjunto com suas 42 praias, contribuiu para que ela se tornar-se a capital turística do mercosul, pois possui um intenso movimento turístico durante todo o verão, principalmente com argentinos, gaúchos e paulistas.

Da mata subtropical, que a revestia originalmente, resta muito pouco, devido à pequena lavoura de subsistência e culturas permanentes, promiscuamente associadas pela população rural, que tem na pesca parcela importante de sua atividade.

O plano da cidade originou-se a partir da Praça 15 de Novembro, que se estende até o pé da colina onde se eleva a catedral. A articulação dos bairros e subúrbios faz-se através de ruas ou avenidas, de longo e sinuoso traçado, entre o mar e as encostas dos morros. Apesar das sensíveis modificações, que construções modernas introduziram, a paisagem urbana guarda ainda muito do aspecto arquitetônico colonial.

Florianópolis é uma das três capitais insulares do Brasil. Vem se firmando cada vez mais como centro de turismo, graças às praias (Jurerê, Canasvieiras, Ingleses, Armação, e outras) que circundam a ilha e à beleza da Lagoa da Conceição, a 13 Km de distância do centro. Nos arredores da lagoa, são características as rendas de bilros, de tradição açoriana. Entre os monumentos históricos da cidade, destacam-se a casa de Vitor Meireles, os fortes e a catedral metropolitana.

Além da função político-administrativa estadual, Florianópolis é o maior centro cultural catarinense. Ali se instalou, em 1960, a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Mais HISTÓRIA DE FLORIANÓPOLIS

Fundada por bandeirantes paulistas na segunda metade do séc. XVII, a antiga N. Sa do Desterro não teve vida urbana antes da colonização açoriana. Sede da capitania de Santa Catarina desde 1739, fora destinada pela coroa portuguesa a suprir de alimentos e manufaturas, trazidas do Rio de Janeiro, o Rio Grande do Sul. Sua população cresceu rapidamente depois da efêmera ocupação espanhola, passando, entre 1785 e 1824 de 1000 a 6000 hab. Declinou, em meados do séc. XIX, a sua produção agrícola e comércio, revivendo este na sua segunda metade, no continente catarinense, com a colonização européia. Sua denominação atual, em homenagem ao Marechal Floriano Peixoto, deve-se à iniciativa do governador Hercílio Luz em 1895.

História

Vista da Ilha do Desterro, 1841

Vista da Ilha do Desterro, 1841

Em 1894 a mudança do nome da cidade para Florianópolis, em homenagem a Floriano Peixoto.

Em 1894 a mudança do nome da cidade para Florianópolis, em homenagem a Floriano Peixoto.

Ponte Hercilio Luz - dec. 20

Inaugurada a 13 de maio de 1926, a ponte Hercílio Luz impulsionou o desenvolvimento da capital

Os primeiros habitantes da região de Florianópolis foram os índios tupis-guaranis. Praticavam a agricultura, mas tinham na pesca e coleta de moluscos as atividades básicas para sua subsistência.

Os indícios de sua presença encontram-se nos sambaquis e sítios arqueológicos cujos registros mais antigos datam de 4.800 A.C.

Já no início do século XVI, embarcações que demandavam à Bacia do Prata aportavam na Ilha de Santa Catarina para abastecerem-se de água e víveres. Entretanto, somente por volta de 1675 é que Francisco Dias Velho, junto com sua família e agregados, dá início a povoação da ilha com a fundação de Nossa Senhora do Desterro (atual Florianópolis) – segundo núcleo de povoamento mais antigo do Estado, ainda fazendo parte da vila de Laguna – desempenhando importante papel político na colonização da região.

A partir desta data intensifica-se o fluxo de paulistas e vicentistas que ocupam vários outros pontos do litoral. Em 1726, Nossa Senhora do Desterro é elevada a categoria de vila, a partir de seu desmembramento de Laguna.

A ilha de Santa Catarina, por sua invejável posição estratégica como vanguarda dos domínios portugueses no Brasil meridional, passa a ser ocupada militarmente a partir de 1737, quando começam a ser erigidas as fortalezas necessárias à defesa do seu território. Esse fato resultou num importante passo na ocupação da ilha.

Com a ocupação, tiveram prosperidade a agricultura e a indústria manufatureira de algodão e linho, permanecendo, ainda hoje, resquícios desse passado no que se refere à confecção artesanal da farinha de mandioca e das rendas de bilro.

Nesta época, meados do século XVIII, verifica-se a implantação das “armações” para pesca da baleia, em Armação da Piedade (Governador Celso Ramos) e Armação do Pântano do Sul (Florianópolis), cujo óleo era comercializado pela Coroa fora de Santa Catarina, não trazendo benefício econômico à região.

No século XIX, Desterro foi elevada à categoria de cidade; tornou-se Capital da Província de Santa Catarina em 1823 e inaugurou um período de prosperidade, com o investimento de recursos federais. Projetou-se a melhoria do porto e a construção de edifícios públicos, entre outras obras urbanas. A modernização política e a organização de atividades culturais também se destacaram, marcando inclusive os preparativos para a recepção ao Imperador D. Pedro II (1845).

Com o advento da República (1889), as resistências locais ao novo governo provocaram um distanciamento do governo central e a diminuição dos seus investimentos. A vitória das forças comandadas pelo Marechal Floriano Peixoto determinaram em 1894 a mudança do nome da cidade para Florianópolis, em homenagem a este oficial.

A cidade, ao entrar no século XX, passou por profundas transformações, sendo que a construção civil foi um dos seus principais suportes econômicos. A implantação das redes básicas de energia elétrica e do sistema de fornecimento de água e captação de esgotos somaram-se à construção da Ponte Governador Hercílio Luz, como marcos do processo de desenvolvimento urbano.

Hoje, a área do município, compreendendo a parte continental e a ilha, encampa 436,5 km2 , com uma população de 341.781 habitantes em 2000/IBGE. Fazem parte do Município de Florianópolis os seguintes distritos: Sede, Barra da Lagoa, Cachoeira do Bom Jesus, Campeche, Canasvieiras, Ingleses do Rio Vermelho, Lagoa da Conceição, Pântano do Sul, Ratones, Ribeirão da Ilha, Santo Antônio de Lisboa e São João do Rio Vermelho.

Florianópolis tem sua economia alicerçada nas atividades do comércio, prestação de serviços públicos, indústria de transformação e turismo. Recentemente a indústria do vestuário e a informática vem se tornando também setores de grande desenvolvimento.

Dentre os atrativos turísticos da capital salientam-se hoje, além das magníficas praias, as localidades onde se instalaram as primeiras comunidades de imigrantes açorianos, como o Ribeirão da Ilha, a Lagoa da Conceição, Santo Antônio de Lisboa e o próprio centro histórico da cidade de Florianópolis.

Fonte:

http://www.portalangels.com/educacao/datas-comemorativas/dia-do-aniversario-de-florianopolis-23-de-marco-2.html

Veja mais fotos da antiga Floripa em:

floripa-antiga-imagens

Diana Vieira – My Friend in Floripa

logo mff 2

Floripa 287 anos! Continente celebra o aniversário da cidade

Amanhã é o GRANDE dia!!! Dia do aniversário da nossa querida Ilha da Magia, Ilha de Santa Catarina, Ilha do Desterro, Florianópolis ou Floripa!! Chame como quiser, nossa querida terrinha completa 287 anos amanhã, 23 de março de 2013, e o My Friend in Floripa, como grande amigo da cidade e dos cidadãos, coloca para vocês a programação especial que a Prefeitura de Florianópolis preparou para festejar e comemorar mais este ano de vida!

fpolis

Programação será intensa no Continente, com atrações no Parque de Coqueiros, Praça Nossa Senhora de Fátima, Beira-mar Continental e na Biblioteca Municipal.

Florianópolis está de aniversário no próximo sábado, dia 23 de março, e a programação se estende por toda a cidade. No Continente serão várias atividades, entre elas, um passeio ciclístico e o show da Banda Iriê, além de eventos da Maratona Cultural, que acontecem do dia 22 ao dia 24.

irieA Praça Nossa Senhora de Fátima terá uma grande festa, com show da Banda Iriê, participação do baixista Celso Pixinga e do trompetista Renato Farias, a partir das 14h do sábado, feira de artesanato e muitas outras atrações.

Na Avenida Beira-mar Continental, a Secretaria do Continente, em parceria com a Unique e o Sun Towers Residence, realiza um passeio ciclístico, a partir das 9h, que vai sortear uma bicicleta. O circuito começa na Beira-mar Continental vai até a Ilha e termina de volta ao Continente em frente ao Sun Towers Residence. Às 11h, terá show com Darci.

Durante a Maratona Cultura, a Biblioteca Municipal Professor Barreiros Filho vai apresentar várias peças de teatro. No dia 23, a programação terá A Pequena Vendedora de Fósforos, às 11h, O Velho Lobo do Mar, às 15h, e apresentação dos filmes Calango, 3×4, Alice em lugar algum e Mama Cavalo, com sessão iniciando às 16h.

Angela Beatriz

Angela Beatriz

O Parque de Coqueiros também será palco de muitas atrações, começando com a peça de Teatro O Louco Magnético, às 10h, ações comunitárias durante todo o dia, banda da Polícia Militar, às 12h, dança de salão, às 14h30min, Cravo da Terra, às 15h, o Cassio Moura Quarteto de Jazz, às 16h, e Angela Beatriz (reggae), às 17h.

O grande show do Dazaranha está marcado para às 19h no Parque de Coqueiros, depois da apresentação de Nos Trink Crew, danças urbanas que começam às 18h30min.

Banda Dazaranha

Banda Dazaranha

No domingo, dia 24, o Parque de Coqueiros terá outras atrações: às 10h30min, teatro infantil com a peça Uma Aventura na Ilha dos Carijós, shows infantis, grupo de danças húngaras e dança urbana, o Boi de Mamão do Sambaqui, às 15h, Gustavo Cabeza (folk) às 15h30min, Samambaia Sound Club (groove) às 16h30min e o Grupo Engenho (regionalista) às 17h30min.

O grande show do domingo é com Jorge Mautner, no Parque de Coqueiros, às 19h.

Confira a programação na ilha em:

https://myfriendinfloripa.wordpress.com/2013/03/22/floripa-287-anos-comemoracoes-na-ilha/

Fonte: Prefeitura de Florianópolis

 

Diana Vieira – My Friend in Floripa

logo mff 2

Floripa 287 anos – Comemorações na ilha

Amanhã é o GRANDE dia!!! Dia do aniversário da nossa querida Ilha da Magia, Ilha de Santa Catarina, Ilha do Desterro, Florianópolis ou Floripa!! Chame como quiser, nossa querida terrinha completa 287 anos amanhã, 23 de março de 2013, e o My Friend in Floripa, como grande amigo da cidade e dos cidadãos, coloca para vocês a programação especial que a Prefeitura de Florianópolis preparou para festejar e comemorar mais este ano de vida!

Programação do aniversário da cidade na Ilha da Magia

Os festejos aos 287 anos de Florianópolis seguem até o final do mês de março

Ponte Hercílio Luz

Ponte Hercílio Luz

Florianópolis completa 287 anos no próximo sábado, dia 23 de março. Para comemorar o aniversário da cidade a Prefeitura Municipal preparou uma extensa programação com diversas atividades, todas gratuitas. Música, dança, concurso de fotografias, teatro, atividades esportivas, inaugurações, cinema, passeios ciclístico estão na programação especial que vai até o final do mês de março.

A 3ª edição da Maratona Cultural, evento que oficialmente passa a ser em comemoração ao aniversário da cidade integra o calendário de eventos. Entre os dias 22, 23 e 24 de março, serão mais de 36 horas de programação.

O tradicional Parabéns a cidade e corte do bolo vai ser realizado em cinco locais diferentes. Na Tapera às 10 horas, No centro Comunitário do Morro do Mocotó às 11:30, ao meio dia no Parque de Coqueiros, às 14 horas no Monte Cristo e para finalizar às 16 horas na Vila União.

Além da extensa programação gratuita em comemoração aos 287 anos de Florianópolis a cidade também recebe diversos  eventos privados.

Confira a programação completa em:

http://www.pmf.sc.gov.br/noticias/index.php?pagina=notpagina&noti=8406

Programação na REGIÃO CONTINENTAL

https://myfriendinfloripa.wordpress.com/2013/03/22/floripa-287-anos-continente-celebra-o-aniversario-da-cidade/

Diana Vieira – My Friend in Floripa

logo mff 2

Maratona Cultural 2013

logo-home

Vem aí mais uma edição da MARATONA CULTURAL de Florianópolis, 2013. Serão 3 dias de muitas atrações culturais, como teatro, dança, música, exposições… 3 dias de muita diversão espalhada por toda a cidade.

Haverão apresentações nos teatros, parques, espaços culturais, museus, shopping e até nas ruas da cidade.

Dentre as atrações estão shows nacionais e regionais, programação teatral e shows infantis, exposições, e muito mais.

foto-capa-01

Confira a programação completa, dia a dia, em:

http://www.maratonacultural.com/programacao/dia22

Conte com o My Friend in Floripa para esclarecer dúvidas sobre a cidade de Florianópolis. Lhe ajudaremos no que for possível!

Diana Vieira – My Friend in Floripa

myfriendinfloripa@gmail.com

(48) 8452-3546

(48) 9904-0379

logo mff 2

Acontece em Floripa – Oakley Pro 2013

Oakley Pro 2013 abre em Floripa na sexta feira (22)

A Praia da Joaquina recebe durante os dias 22, 23 e 24/03, os melhores surfistas profissionais do país, para a abertura do Circuito Catarinense de Surf Profissional 2013

 cartaz pro 2013

 A Fecasurf – Federação Catarinense de Surf está com tudo pronto para o início, na próxima sexta feira, dia 22, de mais uma grande temporada do Oakley Pro 2013, que é válido pelo Circuito Catarinense de Surf profissional, e também pelo Circuito Brasileiro de Surf Profissional da Abrasp, reunindo os melhores surfistas profissionais do Brasil, nas ondas perfeitas da paradisíaca Praia da Joaquina, durante os dias 22, 23 e 24 de março.

Na temporada passada, as disputas foram bem intensas, e os títulos, catarinense e brasileiro, foram definidos só na última etapa do Oakley Pro 2012, realizada em Balneário Camboriú.   O grande Campeão Catarinense Profissional foi Yuri Gonçalves, de Garopaba, carimbando seu primeiro título da carreira, e o cearense Messias Felix, consagrou-se Bicampeão Brasileiro de Surfe Profissional da Abrasp.  A temporada está começando! Façam suas apostas.

Esta primeira etapa O Oakley Pro 2013 distribuirá R$ 30.000,00 de premiação, além de 1.500 pontos para o Ranking Catarinense Pro e 1.500 para o Ranking da Abrasp, e as inscrições para esta primeira etapa encerram na próxima quarta feira, dia 20 de março, ao meio dia.  O valor é de R$ 160,00 e as reservas devem ser feitas antecipadamente pelo (48) 3025-1880.  Os atletas catarinenses deverão estar com a filiação 2013 em dia.

A Fecasurf e a ONG da Sustentabilidade Joaquina Surf Club, realizam no sábado, dia 23, durante a tarde, a Operação Ambiental, com a participação de atletas, voluntários e convidados, com o objetivo de fazer uma grande limpeza na faixa de areia e dunas da Praia da Joaquina.

As disputas podem ser acompanhadas ao vivo pelo www.fecasurf.com.br, assim como, através das redes sócias da fecasurf, www.facebook.com/fecasurf2012 e www.twitter.com/fecasurf, é só curtir e conferir.

O Oakley Pro 2013 é apresentado pelo Governo do Estado de Santa Catarina através do Fundesporte e Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, tem o patrocínio do Matte Leão, Prefeitura Municipal de Florianópolis através da Fundação Municipal de Esportes, o apoio do Cris Hotel, Alemão Pizzaria, Restaurante Maurílio II, a Divulgação do Site Waves e Jornal Drop, e a realização da Fecasurf, Abrasp e Associação de Surf da Joaquina.

Mais informações no site:

http://www.fecasurf.com.br/noticias/4153/oakley_pro_2013_abre_em_floripa_na_sexta_feira_22

Atletas e convidados que ainda necessitam do turismo receptivo (translado, hospedagem, programação turística e cultural) não deixem de entrar em contato com myfriendinfloripa@gmail.com que teremos o prazer de providenciar tudo para você! =)

http://www.facebook.com/myfriendinfloripa

(48) 8452-3546

(48) 9904=0379

Diana Vieira – My Friend in Floripa

logo mff 2

10 dicas para ter um dia FABULOSO!

10 dicas para ter um dia FABULOSO!

Nada como aquele dia em que você acorda com o pé direito, em que tudo dá certo!

 dia-perfeito1

Desde ao café da manhã perfeito, com todos os semáforos no verde até aquela resposta positiva do cliente, quando o dia tá fabuloso parece que tudo conspira para dar certo!

Mas é difícil ter todos os dias assim. Mas dá pra se esforçar para que ele seja o melhor possível. Confira algumas dicas:

1. Comece com 15 minutos ‘de input’ positivo.

É mais fácil de conseguir e manter uma atitude positiva, se você tem uma “biblioteca” de pensamentos positivos na sua cabeça, assim você pode recorrer a eles se o dia não saem exatamente como você preferir. Comece cada dia lendo (ou ouvindo) um livro inspirador para garantir que você tenha apenas um recurso tão à mão.

2. Deixe o seu trabalho ligado aos objetivos da sua vida.

Lembre-se sempre que há uma razão mais profunda porque você vai trabalhar e por que você escolheu o seu papel atual. Talvez seja para sustentar sua família, para mudar o mundo de alguma forma, para ajudar os seus clientes, para fazer a diferença: Qualquer que seja a motivação mais profunda, lembre-se que este dia de trabalho – hoje – é a oportunidade de realizar parte de que mais e objetivo mais importante.

3. Use seu trajeto sabiamente.

A maioria das pessoas desperdiçam seu tempo de viagem a ouvir as notícias ou (pior, especialmente se estiver dirigindo) fazer chamadas, enviar mensagens de texto, ou respondendo e-mails. Na verdade, o tempo de viagem é o momento perfeito para bobear no seu o dia, e não há melhor maneira de fazer isso do que ouvir a música que inspira verdadeiramente você e você fica de bom humor.

4. SORRIA 

É provável, se você seguiu as três primeiras etapas, que você já estar sorrindo. Se não, colocar um sorriso no rosto de qualquer maneira. Mesmo que ele seja falso: Uma pesquisa mostrou que mesmo o mais forçado de sorrisos realmente reduz o estresse e faz você mais feliz.

5. Expresse um estado de espírito positivo

Na maioria das vezes, por hábito, respondemos às saudações sociais – questões como “Como vai você?” – com respostas neutras (“Eu estou OK”). Que tal ter uma resposta mais ‘up’ e entusiasmado como: “Fantástico!”? Vai que ajude a outra pessoa também, né?

6. Primeiro os 20%

20% de suas atividades vão produzir 80% de seus resultados. Portanto, faça isso de 20% em primeiro lugar, antes de chegar aos 80% de suas atividades que é mais tempo perdido. Você vai fazer mais, e você obterá melhores resultados.

7. No bad vibe.

Caia fora da bad mood. Pessoas positivas vão querer sair com você e ajudá-lo, enquanto que as pessoas que estão na bad vibe terão a tendência de ficar lamentando sobre a vida.

8. Não trabalhar por longas horas

Longas horas são simplesmente uma má idéia. Por um lado, como eu já disse antes : Longas horas, após uma breve explosão de produtividade, na verdade, torná-lo menos produtivo. Mas, francamente, se você seguiu os passos 1 a 7, você estará recebendo tão bem feito que você não terá que trabalhar aquelas longas horas.

9. FUN FUN FUN

Tenha um tempo a la Rebecca Black e aproveite a pós-jornada-de-trabalho para relaxar. A analogia de “recarregar as baterias” é válido.  Livro, filmes, musica, seriado, happy hour, videogame, caramba! Muitas opções!

10. Termine o seu dia com 15 minutos de gratidão.

Segundo uma pesquisa, “exercer o seu músculo gratidão” é a melhor maneira de ter certeza de que você experimentar mais sucesso. Antes de ir dormir, anote ou grave tudo o que aconteceu durante o dia que lhe deixou agradecido. Você vai dormir melhor e estar pronto para amanhã – que provavelmente será ainda mais fabuloso do que hoje.

 A lista é longa e pode parecer com cara de auto-ajuda. Mas incrivelmente foi feita pelo pessoal pra lá de especialista em produtividade do site INC.com. Se pros caras deu certo, porque não não tentar?

Fonte: http://vilaj.com.br/10-dicas-para-ter-um-dia-fabuloso/

Diana Vieira – My Friend in Floripa

logo mff 2